Categorias
Solidariedade

Proteção aos mais vulneráveis em Rio Branco, no Acre

Para enfrentar a situação de extrema vulnerabilidade frente ao avanço da pandemia no país e a inação dos governos, a Central de Movimentos Populares promoveu no Acre a campanha Covid-19: Rede Solidária na Amazônia. As populações foco desta iniciativa estão nas periferias das capitais do Acre, Amazonas, Pará, Rondônia e Tocantins. Elas são as mais vulneráveis ao contágio da COVID-19, em sua maioria pessoas negras, trabalhadoras informais (1/2 a 1 1/2 SM) que vivem em moradias inadequadas, sem saneamento básico nem serviços de saúde e assistência social ou acesso a cultura. Outros são ribeirinhos, quilombolas e indígenas atingidos pelos megaprojetos de infraestrutura e exploração mineral na região.

A Campanha Solidariedade realizada pela CMP no Acre envolveu um conjunto de ações que engloba a distribuição de cestas básicas, marmitex e materiais de higiene e de limpeza nos bairros periféricos. O grupo de mulheres costureiras se reuniu em Rio Branco para produzir máscaras faciais, consideradas de fundamental importância para a proteção contra a COVID-19.

A distribuição foi realizada para pessoas em situação de vulnerabilidade. Confira abaixo algumas fotos da atividade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s