Categorias
Solidariedade

Apoie a Campanha de Solidariedade para a OCUPAÇÃO do Jd. Adelaide – Hortolândia

Dada a situação complicada que estamos passando em decorrência do Coronavírus, muitas famílias da Ocupação Jd Adelaide estão sem conseguir trabalhar e ter uma renda mínima para comprar alimentos e itens básicos do dia a dia, para o sustento de suas famílias. Dessa forma, estamos organizando uma Campanha de Solidariedade para ajudar as famílias da Ocupação.

Quem puder ajudar, com um pacote de arroz, ou um feijão, leite… enfim qualquer tipo de ALIMENTO será muito bem vindo.

A COMUNIDADE Jd Adelaide AGRADECE PROFUNDAMENTE TODA DOAÇÃO. NESSE MOMENTO DEPENDEMOS DA SOLIDARIEDADE DAS PESSOAS !

Lista de alimentos

  • arroz
  • feijão
  • macarrão
  • molho de tomate
  • café
  • leite
  • açúcar
  • óleo
  • sal
  • bolachas e etc…
  • papel higiênico
  • detergente
  • sabonete

A associação montará cestas básicas e entregará para as famílias da ocupação. Caso a arrecadação abranja um número maior de famílias, haverá distribuição para outras ocupações da cidade de Hortolândia.

🔵 Para quem não conhece, a Ocupação Jardim Adelaide tem quatro anos, está localizada na cidade de Hortolândia, e lá vivem cerca de 180 famílias, totalizando quase 600 pessoas, com muitas crianças e bebês.

*Ponto de arrecadação: Antiga rua 9. N: 516 próximo ao campo de futebol. Jd Adelaide-Hortolândia.

  • Responsáveis pela arrecadação entre em contato com a coordenação: Zilda, Liliane, Cleverson: (19) 99126-8537

Categorias
Solidariedade

MSTC e o combate ao COVID-19

Desde que iniciou a crise, o Movimento Sem-teto do Centro (MSTC) está tomando algumas providências internas para o combate da pandemia do coronavírus, além de monitorar junto aos outros movimentos quais as necessidades de cada um. Sabemos que a população mais afetada será a periférica, negra e de trabalhadores de menor renda, além dos grupos de risco. Veja nas imagens abaixo como contribuir com as famílias mais vulneráveis:


Além disso, o MSTC tomou como providências:

_ cancelamos todas as atividades culturais, reuniões e demais ações que tenham aglomerações de pessoas; estamos evitando visitas de pessoas de fora em todas as instâncias (moradores, não moradores). Veja nosso comunicado.

_ compramos muitos litros de álcool em gel para disponibilizar nas portarias das cinco ocupações.

_já mobilizamos os mediadores e coordenadores de todas as ocupações para conscientizar os moradores sobre limpeza dos espaços e higiene pessoal; eles também nos auxiliarão no monitoramento dos casos andar por andar.

_estamos com parceria com a UBS República para conscientização e acompanhamentos de casos junto aos grupos de risco (acima de 60 anos); inclusive a Ocupação 9 de Julho e Ocupação Rio Branco serão polos para receber ações de vacinação e de conscientização para o público da região (que é a mais crítica da área central, envolvendo bairros como Consolação, Bela Vista,Santa Ifigênia, Santa Cecília, República etc).

_ teremos ações nos dias 24 e 25 vacinação contra a gripe H1N1 na 9 de Julho para pessoas acima de 60 anos (expectativa de atendimento de cerca de mil pessoas) sempre em grupos de 5 pessoas.

_ estamos atentos também para o momento de desdobramento, quando as famílias de trabalhadores de menor renda tiverem seus rendimentos afetados por conta das paralisações involuntárias.

_no mais estamos dando todas as orientações necessárias sobre prevenção, higiene e isolamento.

Nesse momento a união faz a força e toda a diferença. Agradecemos todo o apoio, interesse e ajuda que nossos parceiros e apoiadores estão dispostos a nos ofertar, sabendo que também podemos compartilhar ajuda e cuidado com os demais movimentos de moradia. Seguimos em luta, atentos e fortes. Quem não luta está morto.

Categorias
Solidariedade

CMP promove ações de solidariedade e luta por direitos em todo país

Diante dos efeitos econômicos, políticos e sociais da propagação do COVID-19, a Central de Movimentos Populares (CMP) está promovendo em todo o país ações que potencializem a solidariedade às famílias em situação de maior vulnerabilidade e, ao mesmo tempo, de luta por direitos e políticas públicas.

Em articulação com movimentos nacionais de luta por moradia, participamos da construção e divulgação do documento – Em Defesa do Povo, da Democracia, do Estado de Direito e na luta contra o COVID-19. Nele, apresenta-se um conjunto de reivindicações para enfrentar a epidemia, na perspectiva da garantia dos direitos e preservação da vida das classes trabalhadoras (Acesse aqui).

Junto a movimentos populares urbanos de variadas cidades, também estamos articulados na construção de um site que tem por objetivos divulgar propostas dos movimentos populares para combater o Coronavírus (COVID-19) e cobrar o Estado por sua responsabilidade para resolver a crise, e estimular ações de solidariedade entre todas e todos, com a indicação e divulgação de locais e grupos vulneráveis para recebimento de doações.

Para se somar em nossa luta e nas ações de solidariedade, entre em contato com a secretaria nacional da CMP: (11) 5072-2932 | cmpnacbr@gmail.com

Confira a lista de pontos de ações de solidariedade da CMP:

SÃO PAULO

Central de Movimentos Populares (sede nacional)

Rua Fiação da Saúde, 335, Jd da Saúde.

Contato: Miriam Hermógenes (11) 96484-1372

Centro

Ocupação INSS Moradia no Centro

Rua Martins Fontes, 178/180. Centro SP- Capital

Contatos: (11) 97409-4981 (Lizene) / (11) 989001544 (Edson)

Zona Sudeste

1 – Associação dos Moradores do Heliópolis e Ipiranga

Atua com famílias de baixa renda do Bairro e região, luta por moradia, Educação e saúde.

Rua Doutor Dante Costa, 104 – Vila Cristália – São Paulo.

Contato:  Lia (11) 95236-7148

2 – UNAS – União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região

Rua da Mina Central 38 UNAS

Contato: Priscila  2272 0140/2272 0148

Das 10 as 16hs de 2a a 6a feira

3 – Associação dos Movimentos de Moradia da Região Sudeste

Atua com famílias de baixa renda do Bairro e região, luta por moradia, Educação e saúde.

Rua: Maramores, 36 Jd. São Savério

Contato: Graça Xavier (11) 99157-0100 / Maria Barbosa (11) 954307165

Zona Sul

CEPROCIG – Centro de Promoção Resgate a Cidadania Grajaú Paulo VI 

Desenvolve trabalho educativo no contra turno escolar, atende crianças de 6 á 14 anos. Trabalho de reforços escolares. Atua na prevenção da gravidez na adolescência e DSTS/HIV/AIDS. Organiza famílias de baixa renda, para lutar por políticas públicas de moradias.

Rua Torquato Tapajós, 71- Parque Grajaú – São Paulo.

Contato: Nani (11) 94422-9006

Suzano

CEMOS – Central Pró Moradia Suzanense

Rua: Guilherme Garijo, 371, casa 8, Jardim Santa Inês / Suzano.

Contato:  Cida Matos 11 96288-7041

PERNAMBUCO

Movimento de moradia popular de Pernambuco

Rua Anália Moreira da Silva m 85 – F Cohab –  Cabo de Santo Agostinho  PE

Contato: Rosilda (87) 9176-6945

CEARÁ

Avenida Maciel Bezerra, 2290 Sítio Pires, Siqueira – Fortaleza.

Contato: Dona Helena

Rua Guararema 401 bloco C apartamento 102 granja Lisboa.

RIO DE JANEIRO

Quilombo da Gamboa

Rua da Gamboa, 345 (no binário do porto)

Contato: Marcelo Braga (21) 98233-0102 / Roberto Gomes (21) 97672-0974

PIAUÍ

Associação dos Moradores da Vila Irmã Durci.

Comunidade com 15 mil famílias de baixa renda, alto índice de imformalidade r desemprego

Rua Curisco, 3146 – Vila Irmã Durci – Teresina – PI

Contato: Marina, fone (86) 99518-0923 (11) 94422-9006

Necessitam: cestas Básicas, álcool em gel, máscara, luvas, sabonte, sabão líquido e água sanitária.

Categorias
Solidariedade

Fundo Solidário para as periferias de Fortaleza/CE

Clique aqui para contribuir
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fundo-solidario-para-as-periferias-de-fortaleza-ceara

A pandemia do coronavírus cresce fortemente colocando em risco a vida da população brasileira, além de aumentar a crise econômica e social. Diante desse cenário da mais grave crise sanitária do Brasil, a CMP-Ceará se preocupa com as famílias que vivem nas periferias e estão em situação de vulnerabilidade.

É necessário criar um clima de solidariedade para que as periferias não fiquem ao relento nesse período e possa realizar o isolamento social com dignidade. Nesse sentido, a CMP-Ceará realiza uma campanha de arrecadação de recursos que serão utilizados para compra de cestas básicas, produtos de limpeza e higiene para milhares de pessoas das periferias da cidade de Fortaleza/CE.

Doe e compartilhe solidariedade! https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fundo-solidario-para-as-periferias-de-fortaleza-ceara

Vamos lutar pela Saúde Pública e por Políticas Públicas pela dignidade das famílias que vivem nas periferias.

CMP-Ceará
Central de Movimentos Populares

Categorias
Solidariedade

AMORA realiza campanha de doação em Brasília-DF

O Movimento Popular por Moradia do Distrito Federal e Região (AMORA), diante das pioras nas condições de vida de seus associados com a atual crise sanitária e econômica, realiza campanha de doação de alimentos, material de higiene ou em dinheiro. Veja na imagem abaixo como ajudar. As famílias sem-teto são em sua maioria compostas por trabalhadoras/es autônomas/os, e catadores/as de materiais recicláveis. Ajude os/as associados/as da AMORA!

Categorias
Solidariedade

UMP-BA arrecada doações para famílias da periferia de Salvador

Em Salvador, a União por Moradia Popular da Bahia (UMP-BA) está com uma campanha voltada para as famílias que ocupam os empreendimentos Condomínio das Mangueiras ( 150 famílias) e Residencial Vitória da União ( 20 famílias). As doações permitirão que as famílias possam se manter em isolamento físico, suas vidas e de suas famílias. Ressalta-se que lá vivem pessoas em situação de vulnerabilidade social, sendo mais de 90% das trabalhadoras e trabalhadores do mercado informal, portanto sem alternativa de sustento.

Para doar, entre em contato com a coordenadora da União na Bahia, Marli (71) 98953-7814

Veja abaixo fotos da primeira doação realizada às famílias.

Categorias
Solidariedade

Coalizão Internacional pelo Habitat promove ações frente ao COVID-19

A HIC – Coalizão Internacional pelo Habitat, uma rede mundial de luta por direitos relacionados à cidade e à moradia, por justiça social, igualdade de gênero e sustentabilidade ambiental, direcionou uma plataforma para divulgar as ações de seus integrantes no combate aos efeitos do Coronavírus. Nesta página – https://hic-al.org/covid19-vivienda/# – é possível conhecer diferentes experiências pelo mundo de enfrentamento à crise sanitária, econômica e social que decorre da disseminação do Covid-19. Confira e divulgue!

Categorias
Solidariedade

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE COM OS SEM-TETO | UMP-RJ

Apoie as famílias sem-teto do Rio de Janeiro por meio de doação por vaquinha on-line, neste link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-de-soliedariedade-com-os-sem-teto-ump-rj

A União por Moradia Popular do Rio de Janeiro – UMP-RJ, movimento de luta por moradia digna que atua no Rio de Janeiro há mais de 20 anos, vem manifestar sua enorme preocupação com a população sem-teto que neste momento de crise provocada pela pandemia do Coronavirús, se encontra ainda mais vulnerável, tanto do ponto de vista da exposição à doença, como em relação as conseqüências econômicas geradas por esse período de quarentena.

Como sabemos, a população sem-teto é formada especialmente por trabalhadores informais e/ou de idosos, com uma grande parcela de sua renda comprometida com o pagamento de aluguel, ou que moram de favor na casa de parentes, ou que vivem em habitações precárias e insalubres nas favelas ou mesmo em situação de rua; situações essas que tornam essas famílias as maiores vítimas do descaso das autoridades com o precário serviço de saúde pública, bem como com a crise econômica e desemprego gerada pela paralisação praticamente total da economia. 

Diante deste cenário de extrema dificuldade e acreditando que somente através da organização popular é que poderemos atravessar essa crise, a UMP-RJ convoca a solidariedade de todas e todos para contribuírem com uma caixinha para a compra de cestas básicas com alimentos, produtos de limpeza e itens para a prevenção ao Coronavirús destinadas às famílias sem-teto.

A UMP-RJ agradece a todas e todos que puderem compartilhar e fortalecer essa campanha na esperança de que juntxs iremos atravessar esse período difícil e viver momentos melhores.

APOIE AS FAMÍLIAS SEM-TETO DO RJ! Para apoiar, basta doar pela vaquinha on-line, disponível neste link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/campanha-de-soliedariedade-com-os-sem-teto-ump-rj

Categorias
Solidariedade

Secretaria de Mulheres da UMM-SP luta pela proteção à mulher vítima de violência

A Secretaria de Mulheres da União dos Movimentos de Moradia de São Paulo, juntamente com a Rede Mulher e Hábitat, tem como foco dar orientações e recomendações para às mulheres vítimas de violência, para que não se sintam sozinhas nesse período de confinamento em razão da propagação do COVID-19. É preciso alertar a sociedade para que as mulheres que sofrerem qualquer tipo de violência seja verbal ou física tenham acesso aos canais de atendimento virtual e não se calem. Denunciem pelo telefone 180, procurem também a Casa da Mulher Brasileira, pois é um espaço amplo com diversos tipos de atendimento à mulher vítima de violência, além da delegacia de Defesa da Mulher (DDM), com ações de prevenção, proteção e investigação dos crimes de violência doméstica.

Canais de denúncia:
– Ministério Público, com atuação na ação penal dos crimes de violência;
– Defensoria Pública, com orientação às mulheres sobre seus direitos e assistência jurídica;
– Tribunal de Justiça, responsável pelos processos, julgamentos e execução das causas relacionadas à violência;
– Destacamento do programa Guardiã Maria da Penha, da Guarda Civil Metropolitana, para proteger as vítimas;
– Alojamento de acolhimento provisório para os casos de iminência de morte. End: Rua Vieira Ravasco, 26- Cambuci ou pelo telefone: (11) 3275-8000 ou pelos canais virtuais pela internet.

Categorias
Solidariedade

CEPROCIG faz ação de apoio às famílias no Grajaú – São Paulo

O Ceprocig – CENTRO DE PROMOÇÃO RESGATE A CIDADANIA GRAJAÚ – PAULO VI, é uma entidade sem fins lucrativos que atua na periferia de São Paulo, região extremo Sul da Cidade, com base nos princípios da solidariedade, do companheirismo, da cooperação e da integração social. Atua nas áreas da infância, juventude, assistência social, em defesa dos direitos humanos, no combate ao racismo e machismo, e pela democracia.

Para combater os efeitos do COVID-19, o Ceprocig fez uma parceria com unidades de saúde da região e abriu sua sede para vacinação contra a gripe (veja foto abaixo). Além disso, iniciou campanha para doações para as famílias mais vulneráveis da região. Apoie as famílias do Extremo Sul de São Paulo, região de alta vulnerabilidade social. Para apoiar, entre em contato com Nani Cruz, presidenta do Ceprocig – (11) 94422-9006.

Rua Torquato Tapajós, 71- Parque Grajaú – São Paulo.